terça-feira, 27 de junho de 2017

Um programa para todas as idades, sem sair de Lisboa e sem pagar



Se ainda não é agora que vai de férias e se está por Lisboa, mas não lhe apetece estar na praia o fim de semana inteiro, tenho a sugestão perfeita para o próximo sábado: a 3ª edição do Jardim de Encantar do Areeiro

Além de ser uma iniciativa de entrada livre e com pipocas e algodão doce grátis, tem uma programação cheia de opções para diferentes idades. 

A começar no concerto de Ricardo Reis Pinto, autor de sucessos infantis como "A Girafa" ou o "Macaco Brincalhão", passando pelos workshops de plasticina e dança, até à peça de teatro "A História da Carochinha", não faltam motivos para ir ao Jardim Fernando Pessa, no Areeiro, este sábado, dia 1 de julho, entre as 15H e as 19H

Insufláveis, pinturas faciais, trampolim, bolas de sabão gigantes e modelagem de balões são outras das atividades previstas para estas quatro horas de pura diversão em família e para todas as idades. 

Podem consultar o programa aqui

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Os Minions já chegaram à C&A



A estreia do "Gru, o Maldisposto 3" nas salas de cinema nacionais já tem dia marcado - 29 de junho - e a C&A não deixou passar esta data em branco, tendo criado uma coleção dedicada aos bonequinhos amarelos que fazem as delícias dos mais pequenos e até dos mais crescidos. 

Sim, as novidades são irresistíveis e os Minions não desiludem com imagens animadas e cheias de cor e mensagens divertidas. A coleção inclui acessórios - bonés, mochilas e cintos -, t-shirts, calções, casacos, boxers e pijamas, tudo em algodão, a pensar nos mais jovens. 




A linha começa nos 2 anos e vai até aos 12 anos e há uma t-shirt para menina que a Leonor adorou. Vale a pena verem o vídeo para verem o efeito que a t-shirt tem quando se passa a mão por cima do coração rosa.  



video


quinta-feira, 22 de junho de 2017

Saudades de ter tempo para escrever



Como sabem as últimas semanas/meses têm sido tudo menos normais. Entre mudança de casa, despedimento, novo emprego, zero férias e muito trabalho, tem sobrado pouco tempo para fazer uma das coisas que mais prazer me dá, que é escrever aqui.

Já perdi a conta aos posts que comecei e que acabaram no rascunho; das ideias que apontei no iPhone (onde aliás estou a escrever este texto) e que não passam disso mesmo: planos para um dia com mais tempo; e até das fotos que tirei e que não consegui partilhar no momento porque há duas baterias que falham: a minha e até a do iPhone. Sim, já ouvi falar de power bank mas até essas me tenho esquecido de colocar na mala ou levo-as e depois descubro que estão a zeros. 

Cansada, muito. Mas também feliz. Descobri uma nova profissão que me preenche e com a qual me identifico. Tenho os fins de semana quase todos para estar com a minha família. E deixei de andar de carro, ou seja, já não há trânsito nem hora de ponta e há algo novo: posso ler quase meia hora todas as manhãs. E que saudades que eu já tinha de levar um livro na mala. 

Agora resta-me começar a adaptar-me a estes novos horários e rotinas e começar a definir momentos para o blog e momentos para o ginásio... sim porque essa é outra parte que tem sido negligenciada nesta nova fase da minha vida.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Sabem aquela ansiedade de ir de férias? Este ano, eu não sei...




O último ano foi tudo menos "normal". 

Lá em casa passámos a ser 4 em vez de 3; os príncipes foram para um colégio novo; mudámos de casa porque a família aumentou; fui despedida quando ainda estava em mudanças; vi os planos de férias gorados; e acabei por começar a trabalhar num sítio novo e numa área nova.

No meio de tantas mudanças e de uma vida quase nova, fica um misto de sensações. Se por um lado só posso agradecer o facto de ter conseguido arranjar um novo emprego tão rápido e de não ter ficado a desesperar em casa entre entrevistas e CV's; por outro há uma sensação de vazio, é que este ano não há férias, pelo menos para mim.

E neste momento, quando começam a chegar os dias de calor e quando chega o mês de Junho e toda a gente já só fala em férias e viagens, dá um nó na garganta pensar que não vou poder ir com os miúdos para a praia, dormir sestas depois de uns mergulhos na piscina, fazer uns churrascos e uns piqueniques e até de não fazer nada... apesar de ter noção de que com duas crianças não há muitos momentos de "dolce fare niente" ahahha 

E a juntar à falta de férias, o novo colégio fecha durante o mês de agosto, ou seja, lá vamos nós ter de apelar à boa vontade dos avós para ficarem com eles durante um mês inteiro, o que não é fácil, sobretudo porque eles ainda precisam de imensa atenção, sobretudo o baby Pedro, porque que ela felizmente já começa a achar piada ao brincar sozinha e normalmente passa horas a pintar, a desenhar, a jogar à bola com o mano ou a ver desenhos animados na TV. 

O que mais me angustia é mesmo não estar com eles, mesmo que não houvesse grandes viagens, o facto de não estar com eles é o que me deixa de coração apertado. Por isso, quando há semanas com dois feriados - como a próxima - fico em pulgas, ansiosa por poder levá-los à praia ou ao parque e já faço planos mentais de piqueniques no jardim e de passeios a 4. Este ano vai ser assim... aproveitar ao máximo os fins de semana livres; tornar os feriados em dias com 48h para dar para fazer tudo e mais alguma coisa com eles; e desejar que em outubro ou novembro tenha pelo menos uma semana para poder estar com os meus três amores.