terça-feira, 29 de novembro de 2016

Um dia muito especial em família e já com o espírito de Natal


Há três anos que não perdemos uma festa de Natal da Lego. Primeiro só com a princesa, agora com o baby Pedro e é impossível não adorar. 

O espírito, a boa disposição, os legos e as tentações natalícias em forma de casinhas de gengibre e de enfeites em chocolate, mas sobretudo os sorrisos dos meus príncipes. Não há nada que conquiste mais uma mãe do que uma gargalhada de felicidade dos filhos e este fim de semana tivemos muitas gargalhadas e muitos sorrisos. 

Obrigada Lego por termos voltado a ter a sensação de regressar à casa de família para celebrar o Natal!

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

#Passatempo: este ano o 'Pai Natal' traz três coffrets Musti para os babies melhor comportados


Como já sabem, estou pela cidade da luz para participar num evento internacional de mamãs e papás bloggers e com o Natal a menos de um mês de distância, acho que não há momento mais apropriado para partilhar com vocês a minha felicidade e esta chega em forma de um giveaway muito especial para os vossos babies.

Em parceria com a Mustela, vou oferecer três coffrets Musti, em rosa ou azul. Para participar basta partilhar o passatempo numa rede social até dia 5 de dezembro, colocar gosto na página de Facebook da Mustela e do Marcas Avant-Garde e preencher o formulário abaixo. 

Depois é só fazer figas para serem um dos felizes contemplados. 
O sorteio será aleatório via random.


#Zippy: vem aí mais uma edição solidária 'Love in a box'


Arranca hoje a 3ª edição da iniciativa solidária da Zippy 'Love in a Box' que pretende desafiar os mais pequenos e as suas famílias a fazerem a diferença neste Natal junto de quem mais precisa. 

Desenvolvida em conjunto com a Cruz Vermelha Portuguesa, a nova edição procura repetir o sucesso alcançado nos dois primeiros anos, em que foram vendidas mais de 70 mil caixas cheias de amor.

Além das famílias oferecerem um brinquedo, um livro ou um jogo a uma criança carenciada, ainda contribuem com €0,50 por caixa, um montante que irá ajudar na aquisição de material imprescindível para o bom trabalho da Cruz Vermelha. 

Aqui por casa contribuímos todos anos e este não será exceção <3 

Não se esqueçam que amor atrai amor!

sábado, 26 de novembro de 2016

Uma sugestão de Natal que é um mimo


Também há por aí fãs da mimobox? Por aqui somos desde que o baby Pedro nasceu. E o motivo é simples: consegue reunir numa só caixa um conjunto vasto de produtos indicados para as idades deles, mas que fica por menos de metade do preço. E além do fator económico, há o fator novidade. Sim, porque muitas vezes dou por mim a descobrir novos produtos e novas marcas mais eficazes do que aqueles que usava há séculos. 

É por tudo isso que é o presente ideal para quem não sabe o que oferecer à amiga grávida ou à prima que acabou de ser mãe e até mesmo ao sobrinho ou afilhado que acabou de fazer dois anos e que tem tantos brinquedos que já não há espaço no quarto. 

A mimobox está indicada para mãe, grávidas e bebés até aos três anos, é entregue em casa e cada caixa é personalizada consoante o tempo de gestação, a idade, o sexo ou a etapa de desenvolvimento do bebé, mas é sempre uma surpresa, podendo incluir roupa, brinquedos, artigos de higiene e dermocosmética, alimentação, beleza e puericultura.

O preço começa nos 22€, mas como os produtos são em tamanho original têm no seu conjunto um valor comercial mínimo de €40. E a edição de Natal deste ano promete ter novidades especiais. Curiosas? Eu estou =D assim que a minha chegar partilho com vocês!

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Há dias em que adorava enfiar-me num 'L'


Antes de ser mãe adorava ir às compras e experimentar roupa. Mas depois de dois príncipes lindos e de uns quantos quilos extra, confesso que mudei um bocadinho de ideias... ou não fosse cada vez mais difícil a tarefa de me conseguir enfiar num 'L'.

Além da maioria dos modelos terminarem precisamente nessa letra em quase todas as lojas que costumava frequentar - leia-se Zara, Mango, Blanco e afins -, o corte e a silhueta, sobretudo dos vestidos, macacões e saias, é tão justo e os tecidos tão rígidos que ou não passa na anca ou não aperta na barriga...

E como nas últimas semanas tenho andado numa busca incessante por vestidos de festa e de gala para o evento de mommy bloggers de Paris, a pressão e a frustração foram ainda maiores. Já perdi a conta de peças vestidas e despidas... A maioria das funcionárias tentavam ser prestáveis e até iam buscar os modelos maiores ou as silhuetas mais largas e até com um dose de boa disposição me tentavam animar e dizer que havia modelos que de certeza que me serviam e até me davam uns 'M' para experimentar... mas depois o resultado era sempre o mesmo: 99% não serviam e os restantes 1% ficavam tão mal que mais valia não servirem ahahah

Felizmente, a meia dúzia de dias do evento arranjei uma solução... curiosas? Segunda-feira prometo que partilho e diretamente de Paris.

sábado, 19 de novembro de 2016

Hoje perdi-me com as novidades de decoração da LaRedoute


Ainda sou um bocado daquelas pessoas que acha que a LaRedoute é só roupa e hoje não puder deixar de ficar surpreendida [pela positiva] com as novidades da marca ao nível de decoração, mobiliário e têxteis. E como partilhar é o objetivo deste espaço, aqui ficam algumas das propostas de Inverno que me deixaram rendida...

Decoração






Sala






Quartos

 



quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Resultado do passatempo em parceria com as Pousadas de Portugal


Já sei quem vai comer aqui na próxima semana! 

Aqui ou em qualquer outra das 24 Pousadas de Portugal onde vai decorrer a 2ª edição da Gastronomic Week que arranca amanhã e termina dia 27 de novembro. 

A sortuda que ganhou um almoço ou jantar para dois foi a Vânia Faria. Parabéns!

Obrigada a todos os participantes e estejam atentos porque em breve haverá mais novidades, ou não estivéssemos quase no Natal =D

Portaram-se bem? O Pai Natal vai oferecer 50 mil sessões fotográficas, câmaras e €1.000 em compras


O que seria o Natal sem festa? E o que seria uma festa sem presentes e sem recordações? E se eu lhe disser que pode juntar tudo isto e ainda ganhar uma sessão fotográfica para registar os seus momentos felizes, uma máquina fotográfica Fujifilm Intax Mini 90 Neo Classic ou mesmo um cartão presente da IKEA no valor de €1.000? Assim até eu quero ser 'barra' em festas! Confesso que normalmente não ligo muito a este género de campanhas, mas esta parece-me tão bem.

Mas vamos ao que interessa: como ganhar?

Até 6 de janeiro de 2017, vão circular 50 mil [sim, leu bem] embalagens de queijo fresco em barra Montiqueijo Tradicional, Tomate&Manjericão e Alecrim com um sticker de oferta imediata de uma sessão fotográfica em estúdio profissional para até quatro pessoas, com uma duração aproximada de 20 minutos. 

E as boas novidades não ficam por aqui...

Paralelamente à campanha, a Montiqueijo lança um passatempo no Facebook e no Instagram que nos desafia a ser criativos e divertidos. Basta partilhar uma foto com a hashtag #soubarraemfestasfelizes e fazer figas para ser a mais original e ganhar o tal Cartão Presente IKEA com o valor de 1.000€. Mas mesmo que fique 'só' em segundo, terceiro ou quarto, não desanime, há três câmaras fotográficas Fujifilm Instax Mini 90 Neo Classic para si.

E agora que já leu tudo, nada melhor do que tentar a sua sorte! Eu vou mesmo tentar a minha, nem que seja pela sessão fotográfica <3



quarta-feira, 16 de novembro de 2016

O medo de fazer a árvore de Natal


Sim, leram bem, este ano estou com medo de fazer a árvore de Natal.

Depois de ter passado o mês de outubro a contar os dias, quase as horas, para que chegasse novembro e eu já pudesse preparar a casa para esta época do ano que aprendi a adorar, sobretudo depois de ser mãe, e agora que vamos a meio do mês mudei de ideias...

Com o irrequieto baby Pedro fica complicado pensar em colocar uma árvore cheia de cores, luzes e enfeites, quase com uma legenda sonora a dizer: «puxa-me! manda-me para o chã... olha esta bolinha prateada tão gira para jogar.. e estas luzes perfeitas para levar para o quarto...». 

O papá já pensou em prender a árvore à parede para evitar acidentes graves... ou pelo menos trabalhosos... eu ponderei arranjar uma barreira que o impeça de lá chegar.. mas na verdade ainda não concretizámos nenhuma das ideias e temos ido adiando... como que felizes por ser menos um dia de pânico a tentar evitar que ele derrube a árvore por cima dele...

Entretanto, andei a pesquisar ideias de árvores diferentes e encontrei algumas que davam para este ano. Aqui ficam algumas propostas baby friendly e algumas também eco friendly. 






segunda-feira, 14 de novembro de 2016

O nosso quarto parece um acampamento, mas tudo por um bem maior: dormir


As rotinas cá de casa estão pela hora da amargura, pelo menos que respeita ao dormir... 

Primeiro foi o baby Pedro com uma mononucleose a chorar noites a fio, a dormir por curtos espaços de tempo e só no meu colo e a princesa Leonor a acordar a meio da noite a chorar e a querer ir dormir connosco porque se sentia sozinha no quarto dela...

Depois, com o regresso ao colégio e à aparente normalidade, foi a tentativa de voltar às rotinas, mas com o Pedro sem vontade nenhuma, mais preocupado em brincar às 3h da manhã ou em palrar às 5h e até em ficar acordado até à meia noite com a mana... tough nights!

A seguir foi o pai a ficar doente e a mãe (sozinha) a ter de gerir os leites e a hora de ir deitar, já com os sonos em atraso há nove meses e com uma princesa a não querer ir para a cama dela. Seja pelo frio ou pela companhia, a escolha tem sido só uma: dormir connosco.

Agora, para bem do mundo em geral, mas nosso em particular, dormimos todos juntos. O Pedro no berço, claro está, e os papás e a princesa na cama. Sorte ser uma cama grande, mas mesmo assim, parece que vivemos num acampamento constante, uma espécie de férias permanentes. 

A vantagem? A mais óbvia: dormir um par de horas de seguida, até o Pedro acordar novamente para beber leite, mas pelo menos há menos uma criança para levantar e deitar 3 ou 4 vezes por noite; a mãe anda mais bem disposta; o pai já recuperou e pode ajudar; e o baby já começa a perceber que a noite é para dormir, mesmo que seja em turnos de 2h30 em 2h30...

domingo, 13 de novembro de 2016

Aqui vamos nós: à conquista de Paris

Daqui a precisamente duas semanas vou estar a terminar as malas, a confirmar listas do que é para ir e do que o papá Rui tem para fazer durante os três dias da minha ausência, a fazer o check-in online do voo com destino a Paris, a esconder o nervosismo e a ansiedade da viagem e a fazer figas para que corra tudo bem.

Antes mais vou explicar-vos o que é o Le Spot des E-Fluent Mums #5 que se vai realizar nos dias 28, 29 e 30 de novembro em Paris, sob organização da revista Le Parole de Mamans e com o apoio do Turismo da capital francesa. 

Eu e mais nove mamãs e um papá fomos convidados a participar naquele que é o maior evento de 'digital parents' que se realiza na Europa e que junta mais de 600 bloggers oriundos de 15 países. 

Rússia, Luxemburgo, Reino Unido, Líbano, Espanha e Portugal são alguns dos países representados nesta iniciativa que pretende fomentar a partilha de experiências e desafios da parentalidade através de conferências e debates internacionais. 

Como companheiros de viagens levo um grupo bem giro e divertido de mamãs e um papá modernos e cheios de boas experiências para partilhar com os congéneres estrangeiros. Tenho a certeza que vai ser uma viagem inesquecível que vai ainda dar para rever uma das cidades mais fascinantes da Europa. 


Aqui ficam os meus colegas de viagem, a quem só posso agradecer pela animada preparação desta aventura. Se ainda não os conhecem (o que eu duvido) façam favor de os seguir: 
Ties

Aquele momento em que percebes que estás a esticar a corda...



Sabem quando acumulam tarefas, desdobram-se em telefonemas, mensagens e e-mails, tentam ser empregadas do mês em vários trabalhos diferentes e ainda acreditam ser possível escrever uns posts à noite para o blog, dar leite aos miúdos, ir buscá-los à escola, fazer o jantar, dar-lhes banho, pô-los a dormir, acordar de duas em duas horas à noite para alimentar o baby e aproveitar esse momento para dar um jeito na cozinha ou lavar o chão?! Isto sem contar com as necessidades essenciais de qualquer pessoa e que incluem ter tempo para comer (mesmo que seja em frente ao computador); ir à casa de banho; tomar banho; vestir-me...

E de repente, uma noite, depois de tanta azáfama, tenho o primeiro sinal de cansaço: dou água morna ao Pedro quando achava que lhe tinha acrescentado leite...  

Outro dia, não sei se dos nervos, se da alimentação desregrada, acordo com a sensação de ter sido atropelada por um camião TIR e passo a manhã a vomitar...

Há umas semanas vejo uma menina no metro - possivelmente a ir para uma sessão de quimoterapia -, com o cabelo bem curtinho e uma cicatriz enorme em vez da sua pequenina sobrancelha e só me apetece chorar. Sinto que estou tão pouco com os meus príncipes, que aproveito tão pouco a sua saúde e boa disposição, a sua vontade de brincar e de me encher de mimos. 

E agora surgiu o terceiro sinal de alarme de que isto tem de parar: fui às compras, estou com os miúdos e o carro não arranca. O primeiro pensamento: «ups, foi-se a bateria». O segundo: «Oh não! Ontem pus gasolina sem chumbo 95, mas o que carro é a gasóleo...». 

Sorte das sortes... tenho os melhores pais do mundo que foram em meu socorro. Trocaram de carro comigo e ficaram à espera do reboque enquanto eu levava os miúdos para casa.

Resolução de quase final de ano: abrandar e adotar a máxima do slow living... é que mais vale ter menos uns euros na conta bancária, mas podes desfrutar dos meus príncipes do que andar nesta azáfama...




terça-feira, 8 de novembro de 2016

#Passatempo: E que tal um almoço ou jantar a dois numa Pousada de Portugal?



O que me dizem a um almoço ou jantar a dois numa Pousada de Portugal no âmbito da 2ª edição da Gastronomic Week? O Marcas Avant-Garde vai tornar isso possível com uma parceria, no mínimo, deliciosa.

Para se habilitarem a ganhar um voucher duplo que podem usar numa Pousada de Portugal* à escolha com direito ao menu Pousadas Gastronomic Week (entrada + prato principal + sobremesa) durante a semana de 18 a 27 de novembro, basta:

- partilharem o passatempo numa rede social;
- colocarem gosto na página do Facebook do Marcas Avant-Garde e das Pousadas de Portugal 
esperar por dia 17 (às 13h), data em que termina o passatempo e na qual será conhecido o vencedor. 






Mosteiro de Amares, Gerês-Caniçada, Mosteiro de Guimarães, Viana do Castelo, Ria, Viseu, Serra da Estrela, Convento Vila Pouca da Beira, Castelo de Óbidos, Cozinha Velha (Queluz), Lisboeta, Casa do Leão, Castelo de Palmela, Castelo de Alcácer, Convento de Arraiolos, Convento de Évora, Convento de Beja, Convento de Vila Viçosa, Castelo de Estremoz, Mosteiro do Crato, Marvão, Sagres, Palácio de Estoi, Convento de Tavira.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Eu, tu, os nossos príncipes e um Lexus... há boas conjugações


A Lexus lançou no último mês uma nova versão do CT200h, a Urban Edition, desenhada a pensar num cliente mais jovem e citadino e com uma preocupação crescente: a ambiental. Já não chega ter um carro giro, é preciso ter um carro funcional, adaptado às nossas necessidades diárias e às exigências do trânsito e do pára-arranca, e com uma vertente ecológica e amiga do Ambiente e da nossa família, seja ela de duas pessoas, três, ou quatro como é o nosso caso. 

A desafio da marca, fomos experimentar o novo CT200h, mas como tínhamos o fim de semana percebemos que não podíamos ficar simplesmente por 'casa'. Precisávamos de aceitar o desafio a 100% e fazer uns quilómetros. Escolhemos Monsaraz por destino, equipámos o carro com as cadeirinhas dos príncipes e arrancámos.

Eu nunca tinha experimentado um carro com caixa automática e a primeira travagem que fiz de forma mais 'natural' foi tão brusca que temi que o vendedor batesse com a cabeça no tablier... e quando percebi que tinha toda uma Segunda Circular e grande parte do IC19 pela frente comecei a 'tremer' como varas verdes. Mas adotei uma estratégia simples: coloquei o pé esquerdo para trás e tentei esquecê-lo durante todo o trajeto. O que é certo, é que a meio do caminho já me tinha mesmo esquecido dele e fiquei tão fã da caixa automática que acho que vai ser um requisito do meu próximo carro. A principal vantagem é precisamente no trânsito, já que não há embraiagem, é só travar e acelerar, não tem nada que enganar.

A principal vantagem - além da caixa automática ahahah - são mesmo os consumos em cidade. Até aos 50Km/h é exclusivamente elétrico, o que ajuda e muito o orçamento familiar. No entanto, em auto-estrada é preciso ser meigo no acelerador, ou não fosse este um 1.800 a gasolina... Uma das melhores formas de adaptar o carro à sua condução é precisamente escolher o modo: ECO, Normal ou Sport, sendo que até as cores do mostrador se adaptam à sua forma de conduzir. O estilo eco é azul e o Sport é vermelho.

Para quem tem crianças também é importante saber que é possível trancar os vidros, além das portas que é mais habitual; na bagageira cabe perfeitamente um carrinho de bebé, apesar de não ser um carro familiar; e por falar de bagageira, esta é forrada com uma capa de borracha que permite ser retirada e lavada, ótimo para pequenos acidentes.... 

Confesso que o fim de semana não podia ter sido mais esquizofrénico, como qualquer um com duas crianças tão pequenas, mas o que é certo é que adorámos o novo Lexus e a sensação de conforto e segurança em viagem não podiam ser melhores, o que é uma ótima 'ajud'a para jovens pais que passam a vida sempre em stress e de um lado para o outro. 

And last but not least... o silêncio do trabalhar é qualquer coisa do outro mundo. Só é preciso ter cuidado com as velhinhas e de vez enquando usar a buzinha porque se nós não ouvimos o carro a trabalhar, imagine-se os peões...

2ª edição do “Pousadas Gastronomic Week” traz menus exclusivos a preços low cost

Restaurante da Pousada do Gerês

As Pousadas de Portugal voltam a apostar numa semana gastronómica cheia de sugestões saborosas e com o que de melhor se faz no nosso país a nível culinário, mas com um preço fixo de 20 euros.

A 2ª edição do Pousadas Gastronomic Week decorre entre 18 e 27 de novembro e é uma boa oportunidade para experimentar um - ou mais - restaurantes desta cadeia hoteleira, num total de 27 de Norte a Sul do País. 

Restaurante da Pousada de Lisboa

Cada restaurante apresenta uma proposta diferente, disponível ao almoço e ao jantar e que inclui uma entrada, prato principal e sobremesa. Estaladiço de alheira de Mirandela, Crocante de bacalhau e azeitona, Tamboril com cremoso de batata-doce, funcho e caldo de caldeirada ou Porco preto confitado arroz malandrinho de cogumelos são algumas das sugestões com um toque de portugalidade.

Além da qualidade da oferta gastronómica, esta é uma oportunidade para almoçar ou jantar num palácio, como o de Estoi no Algarve; num Mosteiro como o de Guimarães; ou num castelo como o de Óbidos.

sábado, 5 de novembro de 2016

Update da 'quarentena' e da saga [quase impossível] de obrigar o baby Pedro a descansar...


Segundo dia em casa e não podia estar a ser mais difícil 'obrigar' o príncipe a brincar sem grandes peripécias ou a dormir mais do que o habitual. A sorte foi que os avós nos fizeram uma visita e além de brincarem com ele, ainda me deram uma ajuda a organizar a casa que com isto tudo acabou por ser o elemento mais fraco. Sim, porque estar em casa não significa de todo que a arrumação saia vencedora, sobretudo com um baby a precisar de tanta atenção. 

Por sorte, o baby Pedro acabou por dormir umas duas horas depois de almoço, nada a que ele esteja habituado porque por norma dorme sonos de 20/30 minutos e acorda a gritar, impaciente. Hoje, sempre o ouvia a virar-se ou a tossir, lá ia eu agarrá-lo nos braços e dar-lhe miminhos para que continuasse a descansar que bem precisa. 

O problema desta sesta maravilhosa foi agora à noite. Tinha tudo menos vontade de dormir, pois está claro! Eu e o papá andámos umas duas horas com ele para trás e para a frente. Ora a tentar adormece-lo no quarto; ora a brincar mais um bocadinho; ora a tentar dar-lhe leite, que ele ainda rejeita porque as amígdalas ainda não devem estar como deve de ser; ora a espernear e a gritar sem vontade nenhuma de estar no nosso colo...

Já a mana, chegou super cansada a casa e só dizia que lhe doia a barriga e eu feita chata não parava de perguntar: «e a garganta também dói?»; «e deixa lá ver se tens febre...»; «e dormiste a sesta?»; «e comeste bem?»... felizmente até ao momento nada de febre e possivelmente as dores de barriga podem ter sido apenas por causa de algo que comeu. Continuar a fazer figas para que não tenha nada...

E agora é hora do descanso dos guerreiros, pelo menos dos mais pequenos, que a mamã ainda anda às voltas a arrumar e organizar roupa e a atualizar o blogue, claro!

Aproveito para agradecer a preocupação de todos e as mensagens amorosas que recebi; e ainda as experiências que partilharam comigo e que me mostraram que vai correr tudo bem...

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Mononucleose aos oito meses?! Sim, parece que é possível...


Com o meu príncipe doentinho não podia estar mais de coração apertado. Já há umas semanas que andava com tosse e expectoração - nada de novo para a época do ano - mas quando começou a ficar com alguma falta de ar e febre que já só passava com ben-u-ron de seis em seis horas, percebi que não era uma simples constipação...

A sorte foi mesmo o meu sexto sentido de mãe . ou o que lhe quiserem chamar - e ser um bocadinho persistente, pois só ao fim de três idas às urgências é que perceberam que ele tem mononucleose.... apesar do tratamento não ser muito diferente do de uma mera constipação com ben-u-ron e brufen, a verdade é que requer cuidados mais especiais, ou não fosse uma doença viral super contagiosa e que leva um par de semanas a passar, exigindo muito descanso e atenção redobrada.

Apesar de ser uma doença que afeta mais os adolescentes e os jovens adultos, tendo sido durante muitos anos conhecida como 'a doença do beijo', a verdade é que por vezes pode desenvolver-se noutras faixas etárias. E mesmo sendo «muito raro em idades como a do Pedro», como aliás explicou a médica, há um número pequenino de meninos que acabam por apanhar... e aqui o meu príncipe parece foi o 'feliz' contemplado...

Mas vamos por partes. A primeira vez que fui às urgências foi precisamente há uma semana e depois de o auscultarem tranquilizaram-me com um: «mãe isto é completamente normal nesta altura do ano, vai acontecer imensas vezes e muitas vezes ele nem cura uma constipação e passa logo para outra. Basta reforçar a ingestão de líquidos, para ajudar a eliminar as secreções e pôr muito soro.»

Saí de lá a pensar que tinha exagerado em levá-lo, mas como andava com tosse há umas duas semanas, a expectoração estava amarela e ele à noite já só dormia ao meu colo achei que era melhor prevenir...

De sexta para sábado começou a fazer febre e a ficar mais aflito; até que domingo, como estava a trabalhar pedi ao meu marido para ir com ele porque não havia melhoras. Afinal não era só uma constipação, fez aerossóis e até um raio-x e no final veio para casa com Atrovent para fazer nas inalações. Fiquei mais tranquila e pensei que era desta que ele ia melhorar. 

Só regressou ontem ao colégio e eu pensei sinceramente que com os aerossóis de manhã e à noite o ben-u-ron, nada pudesse piorar. Mas enganei-me e a meio da tarde ligaram-me a dizer que estava com a respiração acelerada e 38,5ºC de febre. Lá fui eu a voar, buscá-lo ao colégio, levar a princesa a casa da avó (que ela odeia hospitais) e arranquei para as urgências na esperança de que fosse rápido, por ele ser pequenino e estar há cinco dias com febre... pensamento errado! Urgências no Amadora-Sintra raramente são assim... tranquilas...

Depois de meia hora à espera só para a triagem, uma pulseira verde no pulso e 1h30 até a médica chamar, lá entrámos e voltei a ter a sensação de que não estava ali a fazer nada. No entanto, ela ia fazer-nos um favor, mas só porque fazia parte do protocolo: o baby Pedro ia fazer análises ao sangue porque estava há cinco dias com febre. Mas de certeza que não ia dar em nada. «Mamã o seu filho está ótimo, super saudável, já nem tem febre e vende saúde!» Apeteceu-me responder.lhe que se ele não estivesse doente, nós certamente que tínhamos outro tipo de planos para uma noite de quarta-feira, mas preferi guardar estes pensamentos na gaveta, aliás, guardá-los para aqui. 

Uma hora depois lá foi o meu príncipe tirar sangue e diga-se de passagem que se portou como um rei, nem uma lágrima, nem uma careta, nada. Ficou curioso a olhar para a seringa e para as enfermeiras. «1h30 no máximo e está tudo pronto. Depois é só esperar que a médica chame.» Ok, o normal, pensei. 

Mas como neste género de histórias também há pouco de normal, as análises demoraram o dobro do tempo... e quando finalmente lá entrámos a postura da médica era assim a modos que diferente. Mais simpática, mais cordial, mais cooperante... começou o discurso com um «bem...» e eu pensei logo: «ui, estamos mal...». E estávamos. Apesar do Pedro ser muito pequenino para fazer a análise que comprova a mononucleose, o que é certo é que a amigdalite, a febre constante, o resultado das análises que mostra que o organismo está a combater uma infeção... {blá, blá, blá} mostram que está este tipo de infeção viral. 

A médica fez questão de lembrar que não estava nada à espera do resultado e que até só tinha feito as análises por descargo de consciência, porque ele parecia ótimo, e porque é raríssimo haver este tipo de casos em tão precoce idade. «10 dias de repouso, ben-u-ron e brufen intercalados e muitos líquidos.» Felizmente como já tinham passado cinco, espero que na segunda ele já esteja 5 estrelas. 

Mas o que é certo é que um palavrão destes assusta qualquer um, quanto mais uma mãe e sobretudo quando essa mãe já tinha ouvido histórias de amigos que ficaram semanas de cama por causa da tal famosa 'doença do beijo' e que até já tinha lido na net umas coisinhas sobre a sua gravidade...

Agora resta dar-lhe muito colinho e muito mimo; tentar evitar que passe o dia a trepar móveis e que descanse; e fazer figas para que ele não tenha pegado à mana que passa a vida a enchê-lo de beijos... ou até aos papás que também não resistem ao charme do mini Pedro.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

#OrganiiEcoMarket: preparados para uma Eco Revolução?!

Já têm planos para sexta e sábado? Não percam a oportunidade de visitar e participar no primeiro evento de lifestyle que só reúne marcas e projetos ecológicos: o Organii Eco Market.

10 oradores nacionais, 2 referências internacionais, 2 workshops, 6 palestras, 6 showcookings e mais de 70 projetos Bio, Eco e 100% portugueses é o que vai encontrar nesta iniciativa de entrada livre que decorre no Lx Factory, em Lisboa.


Desde a moda à alimentação, passando pela cosmética e pela formação, este mercado pioneiro vai dar palco a dezenas de marcas nacionais trendy e ecológicas, reunir palestras e oradores de referência nacionais e internacionais, contar com workshops de culinária inovadores, com showcookings originais e criativos, e para quem não abdica de um momento zen até vai ser possível fazer um SPA.


Organii Eco Market conta ainda com uma “casa de bonecas XL” com espaço para juntar toda a família. Dos jogos em grupo à leitura no sofá, passando pela tecelagem ou pela feltragem artesanal, há propostas giras e ideias novas para miúdos e graúdos. Quanto à hora da refeição, o evento assegura opções vegetarianas, vegan ou macrobióticas, sempre confecionadas com alimentos biológicos. Apesar da entrada ser livre, a organização sugere a inscrição através do site da iniciativa (www.organiiecomarket.com), para efeitos de qualidade.